She took the midnight train going anywhere

E ela era apenas mais uma menina, com sonhos, um namorado musculoso, amigos que a amavam e família que sempre a apoiava, morava em uma casa grande, amarela, com detalhes em gesso e piso de mármore, seu quarto todo rosa, com uma vida fácil e requintada, tudo o que queria se realizava na hora, -como se a vida fosse realmente fácil- ela vivia uma realidade totalmente diferente do que da maioria da população, não tinha problemas, não passava necessidade, não tinha imprevistos. Havia chego um dia em que ela se cansou, cansou de nunca viver coisas perigosas ou desafiadoras, cansou de ter tudo na mão, descobriu que seus amigos que diziam que a amavam eram falsos e interesseiros, seu namorado não queria nada mais do que status, ela se fechou em seu mundo e viu que ter uma vida fácil não era tão legal assim, ela queria mais, queria desafios, queria ver a vida como ela realmente é, queria experimentar novas realidades. Saiu, ela correu para ver novos mundos, conheceu pessoas que não se importam com status e sim com o que há por dentro, conheceu a fome, o abandono e a carência de perto, conheceu pessoas batalhadoras, pessoas com mil dificuldades, porém, felizes. Ela viu que não importa o lugar e sim o que você sente.

– Giovanna Melo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s